Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Educação

Publicada em: 07/08/2018 , por Jornalismo Rádio Uirapuru

A A A

UPF: a maior obra construída coletivamente pela comunidade passo-fundense

Universidade celebra seu cinquentenário em 2018 e, desde sua criação, contribuiu significativamente para o crescimento de Passo Fundo, tornando-se referência como a maior instituição de ensino da região Norte do estado

Rádio Uirapuru
Créditos: Gelsoli Casagrande
UPF: a maior obra construída coletivamente pela comunidade passo-fundense

Uma instituição que foi gerada no seio da comunidade e que atendeu aos anseios de quem clamava por ensino superior. Dos 161 anos que marcam a emancipação da cidade de Passo Fundo, 50 anos têm a Universidade de Passo Fundo (UPF) como mola propulsora do desenvolvimento. Foi antes mesmo de se tornar uma universidade que a UPF viu nascer seu primeiro curso de graduação. Criada em 1955 pela Sociedade Pró-Universidade de Passo Fundo, a Faculdade de Direito foi a primeira alternativa para que os jovens de Passo Fundo e região pudessem dar continuidade aos seus estudos.

 

Na época, o município passava por um intenso processo de migração das comunidades rurais para a cidade, movimento que era acompanhado pelo aumento dos cursos ginasiais, que se preocupavam com a formação de professores para atender à expansão do ensino. Com essa demanda, aos poucos, novas faculdades foram sendo abertas: primeiro, a de Odontologia, depois, Agronomia, Ciências Políticas e Economia e o Instituto de Belas Artes. Hoje, são 12 unidades acadêmicas que oportunizam formação qualificada em graduação e pós-graduação.

 

A UPF é reconhecida como a maior instituição de ensino superior do Norte do estado e, com sua trajetória, fez de Passo Fundo um polo regional de educação. Estreitar cada vez mais os laços com a comunidade foi o que propôs a reitora, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin, ainda em sua atuação enquanto vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários. Com a proposta de implementar um modelo participativo de gestão, valorizando todos os envolvidos, foram criados projetos desenvolvidos coletivamente, com a própria dimensão comunitária e regional da UPF.

 

Agora, enquanto reitora, ela reafirma o caráter comunitário da Instituição, que interage cada vez mais com o espaço onde está inserida, seja em Passo Fundo, seja na região de mais de 150 municípios que a UPF abrange. “Valorizamos o coletivo e, de forma ainda mais expressiva, reconhecemos quando as ações coletivas podem transformar a comunidade. Celebramos quando a produção do conhecimento, atenta às demandas locais, contribui para o desenvolvimento social e econômico e para a sustentabilidade”, afirma a reitora, destacando que a UPF foi a maior obra construída coletivamente em Passo Fundo, o que impulsionou a cidade ao crescimento educacional e transformou a realidade social.

 

Atualmente, a UPF conta com mais de 920 professores, 1.237 funcionários e aproximadamente 20 mil alunos nos cursos de graduação, pós-graduação lato e stricto sensu, ensino médio, cursos técnicos, cursos de idiomas e atividades de extensão. Na infraestrutura, oferece, em uma área de mais de 400 hectares, um ambiente de socialização e conhecimento. Conta com 150 clínicas e mais de 300 laboratórios, 23 anfiteatros e auditórios, 176 salas de ensino prático-experimental, museus, centro de idiomas, ginásio poliesportivo e ampla área verde. A Rede de Bibliotecas é mais um dos diferenciais da Instituição, colocando à disposição da comunidade acadêmica mais de 430 mil exemplares no acervo.

 

Infraestrutura privilegiada

 

A UPF ganha destaque pela elevada formação do quadro de professores e de pesquisadores, a qual, aliada à excelência na infraestrutura física e de laboratórios da Instituição, assegura elevado padrão técnico-científico. Isso tudo se faz possível em razão do desenvolvimento de políticas institucionais que visam à conversão da inteligência gerada no meio acadêmico em aplicação na comunidade, por meio de produtos ou de técnicas destinadas ao desenvolvimento econômico e social.

 

Gerar e divulgar o conhecimento a partir da necessidade da comunidade em que está inserida: nos últimos anos, a pesquisa na UPF vem apresentando crescimento qualificativo e quantitativo. Atualmente, mantém mais de 250 projetos de pesquisa em andamento. Desde o ano de 2013, a Universidade disponibiliza a infraestrutura do Parque Científico e Tecnológico UPF Planalto Médio para aprimorar a formação de seus alunos. Além de todas as atividades acadêmicas envolvendo professores e alunos, o UPF Parque executa ações direcionadas a empresas com a efetiva participação e com o acompanhamento de professores e acadêmicos, visando proporcionar aos empresários locais ou da região a possibilidade de desenvolvimento de inovação tecnológica em produtos ou serviços diferenciados.

 

Os projetos de extensão garantem que a comunidade tenha acesso a atendimentos jurídicos e psicológicos, a atividades da terceira idade, a projetos que cuidam de crianças, de famílias em situação de vulnerabilidade, que cuidam de animais, dentre outras ações, beneficiando milhares de pessoas a cada ano. A UPF desenvolve, ainda, inúmeros projetos artísticos e culturais que envolvem a comunidade. Hoje, 200 mil pessoas são atendidas diretamente por essas ações.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Ouça ao vivo

Comando da Madrugada

com Caroline Secchi

Terça-Feira

das 00:00 às 06:00

ouça ao vivo

Você acha que a imprudência dos motoristas é a causa dos acidentes na ERS 324, entre Passo Fundo e Marau?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas